06/06/2020 – Boletim Epidemiológico aponta redução dos números relacionados à Covid-19 em Cândido Rodrigues.

Momento ainda é crítico e exige necessidade de isolamento social para manter tendência de queda nos números  

O Boletim Epidemiológico de Cândido Rodrigues deste sábado, 06 de junho, aponta uma tendência de redução no número de casos relacionados à Covid-19 no município. Apesar do informativo apresentar três novos casos confirmados, outros três foram descartados e não houve aumento no número de pessoas monitoradas por suspeita de ter contraído a doença.

“Já esperávamos o aumento do número de casos confirmados. Eram pessoas que apresentavam síndrome gripal e estavam entre os suspeitos monitorados. O mais importante é que o número de casos monitorados e notificados não aumentou, mesmo com a Secretaria da Saúde fazendo uma busca ativa em toda a população”, afirma Cícera Valencio, secretária da saúde.

Cícera alerta que o momento ainda é crítico e que é de extrema importância o engajamento de todos os moradores para conter o avanço dos números.  “Estamos em um período decisivo para o controle da doença em nossa cidade e ainda aguardamos o resultado de testes, que deve confirmar novos casos. Pedimos a todos que respeitem o isolamento social e fiquem em casa. Se houver necessidade de sair para alguma atividade essencial, é obrigatório o uso de máscara”, argumenta Cícera Valencio.

A secretária reforça ainda a necessidade e evitar o deslocamento para outras cidades. “Vamos deixar para ir até outros municípios apenas quando for realmente necessário, tendo em vista um grande aumento do número de casos na região”, diz.

Os métodos mais seguros de circulação para aqueles que não podem ficar em casa são o uso da máscara e a higienização constante das mãos. A máscara evita que ao respirar, a pessoa entre em contato com o novo coronavírus. Por este motivo é fundamental utilizar a máscara corretamente.

Ao colocar a máscara é importante higienizar as mãos antes; não deixá-la embaixo do nariz, no pescoço ou na cabeça; e não retirá-la até que esteja em um ambiente seguro. Ao retirar a máscara é necessário descartá-la corretamente (como em um saco plástico fechado) e higienizar as mãos.

Entenda as diferenças:

  • Isolamento social: o isolamento social ou distanciamento social é valido para todas as pessoas. A ideia é que as pessoas que podem ficar em casa fiquem em casa para reduzir a proliferação do vírus. Ao praticar o isolamento social você evita ser contaminado e evita contaminar outras pessoas, caso esteja infectado e seja assintomático ou ainda não tenha apresentado os sintamos.
  • Quarentena: é o período determinado (imposto) pelos governos federal, estadual ou municipal para que todas as pessoas cumpram o isolamento social. Além de determinar a redução de circulação, a quarentena determina que estabelecimentos de atividades não essenciais devem ficar fechados. Esse período é de até 40 dias, podendo ser estendido até que a situação esteja controlada.
  • Isolamento domiciliar: o isolamento domiciliar deve ser cumprido por quem está com Covid -19, e por pessoas que tiveram contato com casos confirmados ou suspeitos. Os que tiveram a doença são liberados apenas depois que o resultado dos testes demonstre estão curados. As outras pessoas são liberadas do isolamento domiciliar 14 dias após o último contato com alguém contaminado, caso não apresentem nenhum sintoma de Covid-19.
  • Monitoramento domiciliar: é o acompanhamento pela Secretaria da Saúde de pessoas que apresentam sintomas de síndrome gripal leve ou moderada.

Cândido Rodrigues, 06 de junho de 2020.